BAHEMA EDUCAÇÃO S.A.
Companhia Aberta – BAHI3
CNPJ nº 45.987.245/0001-92
NIRE 35.300.185.366

FATO RELEVANTE

Bahema Educação S.A. (“Companhia” ou “Bahema”), em atendimento ao disposto no 8 4º do artigo 157 da Lei nº 6.404/76 (“Lei das S.A.”) e na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 358/02, vem informar aos seus acionistas e o mercado em geral a celebração nesta data do “Contrato de Compra e Venda de Quotas e Outras Avenças” (“Contrato”), entre a Companhia, uma de suas subsidiárias e as sócias da sociedade detentora do Colégio Apoio (“Apoio”), localizado no Recife (“Transação”).

O Contrato tem por objetivo a aquisição de 100% das quotas do Apoio pela Companhia. A Companhia pagará pela respectiva participação o preço base de R$ 15.792.700,00 (quinze milhões, setecentos e noventa e dois mil e setecentos reais), do qual será deduzido o endividamento líquido com data base de 31/10/2019, além de outros ajustes sujeitos à confirmação da Bahema nos meses seguintes ao fechamento da Transação. Será pago 40% do preço base até a data de fechamento e o restante em até 36 meses.

Localizado no bairro de Casa Amarela, na capital pernambucana, o Colégio Apoio foi fundado em 1984 pelas educadoras Rejane Maia, Terezinha Cysneiros, Lillian Clark e Conceição Gomes, sendo que as duas primeiras permanecem responsáveis pela direção pedagógica da instituição. Com cerca de 1200 alunos do Ensino Infantil até os anos finais do Ensino Fundamental, o Apoio é reconhecido pela sua excelência pedagógica e referência nacional na metodologia construtivista. O Apoio passa a integrar o Critique, grupo de escolas viabilizado pela Bahema, que reúne as instituições desta metodologia para intercâmbio de práticas pedagógicas.

A Transação está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais em operações similares e será concluída tão logo tais condições sejam atendidas.

A Companhia realizará assembleia geral extraordinária até abril de 2020 para, em cumprimento ao art. 256 da Lei das S.A., submeter a Transação à ratificação de seus acionistas. O laudo de avaliação está em fase de elaboração e, caso aplicável, a Companhia informará aos seus acionistas se haverá direito de retirada aos acionistas dissidentes juntamente com prazos e as regras para seu exercício.

A Companhia manterá o mercado informado sobre fatos relevantes subsequentes acerca da Transação e a área de Relações com Investidores estará à disposição para esclarecer eventuais dúvidas.

Clique aqui para ler a íntegra do documento.

voltar

topo